25 maio 2016

Comente aqui o episódio final da quarta temporada de Arrow

Chegamos ao final da quarta temporada de Arrow, com o episódio 4×23 – Schism, onde Oliver unirá forças com um aliado surpreendente em uma tentativa de parar de Damien Darhk e sua magia de uma vez por todas.

Trailer:

Fotos:

[cpg_album:205,12]


wellington-ricelli

Apaixonado por séries, cinema e games. Só queria ter a fortuna da família Queen. É pedir muito nessa vida?

  • LauraV

    E aí? Vai rolar opinião sobre esse season finale?
    Eu fiquei decepcionada! Queria conhecer a opinião de vc´s!

  • Sininho

    Ai ai! Vamos lá! Amooo Arrow de paixão! Sempre, desde de as HQs até as suas participações nos desenhos animados da Liga da Justiça! Mas não posso negar e nunca neguei aqui, que a 1ª e a 2ª temporada foram disparadas as melhores temporadas de Arrow! Confesso, que pelo alarde esperava algo melhor nessa temporada! Estou revendo a 3ª temporada e começo a achá-la melhor que a atual, e isso é um problema, pois até então achava a 3ª temporada obsoleta! Achei que a temporada veio bem até a metade e depois não entendi mais nada! Mas o final não foi tão ruim como li as pessoas falando por aí! Diga-se de passagem um dos melhores da temporada toda! Ah! E não acredito nas falas que sejam por causa de Olicity! A mim tanto faz com quem ele fica,mas que a qualidade e essência das duas primeiras temporadas voltem!

  • Bruno Campos

    Final fraco para uma temporada desastrosa! A trama principal, além pouco criativa, foi extremamente mal trabalhada, já que raríssimos foram os episódios realmente voltados para ela. A começar pelo vilão, que tinha objetivos clichês sem nem ao menos ter uma boa razão que os justificassem. Em nível pessoal, não havia nada que colocasse o Damien Darhk e o Oliver em um conflito mais complexo, o que é importantíssimo para qualquer bom vilão e bom antagonista. O próprio vilão principal sequer foi bem explorado, já que em nenhum momento foi dito o que o cara ficou fazendo da vida durante todos os séculos desde que fugiu da Liga, logo, não se sabia o que servia de motivação para os caminhos que o Darhk tomou. Os flashbacks da temporada, além de chatos, simplesmente não acrescentaram NADA à trama. Rigorosamente NADA!! Os da terceira eram chatos também, mas tiveram muita importância no desenrolar da história. A impressão que dá é que tudo agora não passa de um grande plano de fundo para o maldito romance do Oliver com Felicity, que não poderia ser mais forçado, inclusive nos conflitos, que ocorrem pelos motivos mais idiotas possíveis. Por fim, a falta de coerência no season finale. A luta entre o Oliver e o Darhk, além de muito pouco trabalhada e chata, mostrou um Darhk enferrujado em artes marciais dando muito mais trabalho ao Arqueiro do que o próprio Ra’s al Ghul na temporada anterior, sendo que o próprio Oliver o derrotou facilmente naquele episódio em que a Vixen fez participação. Enfim… um desastre quase completo! O que salvou nessa temporada foram os bons episódios de ação, que foram mais numerosos que os da terceira. Serve de alento o cenário promissor para a quinta temporada, que aparentemente tentará voltar às origens, com o Oliver um pouco mais próximo daquele do início, agindo sozinho, mais sombrio e tendo que lidar com sua dupla identidade (algo que foi retirado da trama há um certo tempo). Que acertem a mão no vilão e na trama que o envolve, pois isso é o principal para o desenrolar de uma boa história de herói.